sábado, 20 de setembro de 2014

Paulo Coelho - Guerreiros da Luz


O guerreiro da luz está agora despertando de seu sono. Ele pensa: “não sei lidar com esta luz, que me faz crescer". A luz, entretanto, não desaparece. O guerreiro pensa: “serão necessárias mudanças que eu não tenho vontade de fazer". 
A luz continua lá - porque a vontade é uma palavra cheia de truques. Então os olhos e o coração do guerreiro começam a se acostumar com a luz. Ela já não assusta; passa a aceitar sua Lenda, mesmo que isto signifique correr riscos. O guerreiro esteve dormindo por muito tempo. É natural que vá despertando aos poucos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário