sábado, 20 de setembro de 2014

Paulo Coelho - Guerreiros da Luz


O guerreiro da luz fica apavorado, diante de decisões importantes. "Isto é grande demais para você", diz um amigo. "Vá em frente, tenha coragem", diz outro. E suas dúvidas aumentam. Depois de alguns dias de angústia, ele recolhe-se ao canto de sua tenda, onde costuma sentar-se para meditar e orar. Vê a si mesmo no futuro. Vê as pessoas que serão beneficiadas e prejudicadas por sua atitude. Ele não quer causar sofrimentos inúteis, mas tampouco quer abandonar o caminho. O guerreiro então deixa que a decisão se manifeste. Se for preciso dizer sim, ele dirá com coragem. Se for preciso dizer não, ele dirá sem covardia.


Nenhum comentário:

Postar um comentário