sábado, 20 de setembro de 2014

Paulo Coelho - Guerreiros da Luz


Um guerreiro da luz assume por inteiro sua Lenda Pessoal. Então ele se defronta com dois inimigos severos: a vaidade e a culpa. Seus companheiros comentam: "sua fé é admirável!”. 
O guerreiro fica orgulhoso por alguns momentos, e logo envergonha-se do que escutou, porque não tem a fé que demonstra. Neste momento seu anjo sussurra: " você é apenas um instrumento da luz. Não há motivos para se vangloriar, nem para sentir-se culpado; há motivo apenas para a alegria". E o guerreiro da luz, consciente que é um instrumento, fica mais tranqüilo e seguro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário