sábado, 20 de setembro de 2014

Paulo Coelho - Guerreiros da Luz


O guerreiro da luz tem a espada em suas mãos. É ele quem decide o que vai fazer, e o que não fará em circunstância nenhuma. Há momentos em que a vida o conduz para uma crise: ele é forçado a separar-se de coisas que sempre amou. Então o guerreiro reflete. Verifica se está cumprindo a vontade de Deus, ou se age por egoísmo. Caso a separação esteja mesmo no seu caminho, ele aceita sem reclamações. Se, entretanto, tal separação for provocada pela perversidade alheia, ele é implacável em sua resposta. O guerreiro possui a arte do golpe, e a arte do perdão. Sabe usar as duas com a mesma habilidade. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário