quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Paulo Coelho - Guerreiros da Luz


Um guerreiro da luz precisa de amor. O afeto e o carinho fazem parte de sua natureza - tanto quanto o comer, o beber, e o gosto pelo Bom Combate. Quando o guerreiro não está feliz diante do pôr-do-sol, alguma coisa está errada. Neste momento, o guerreiro interrompe o combate e vai em busca de companhia, para assistirem juntos ao entardecer. Se tiver dificuldades em encontrá-la, pergunta a si mesmo: "tive medo de me aproximar de alguém? Recebi afeto, e não percebi?”. Um guerreiro da luz usa a solidão, mas não é usado por ela.


Nenhum comentário:

Postar um comentário