sábado, 20 de setembro de 2014

Paulo Coelho - Guerreiros da Luz


No começo de sua luta, o guerreiro da luz afirmou: “eu tenho sonhos”. Depois de alguns anos, percebe que é possível chegar onde quer. Ele sabe que vai ser recompensado. 
Neste momento, fica triste. Conhece a infelicidade alheia, a solidão, as frustrações que acompanham grande parte da humanidade. O guerreiro da luz então acha que não merece o que está para receber. O seu anjo sussurra: “entrega tudo". O guerreiro ajoelha-se, e oferece a Deus as suas conquistas. A entrega obriga o guerreiro a parar de fazer perguntas tolas, e o ajuda a vencer a culpa.


Nenhum comentário:

Postar um comentário